Especial Harmonização – Vinhos e Risoto de Funghi

O risoto é um prato italiano que permite muitas variações e é apreciado no mundo todo. Na Itália, geralmente é servido antes do prato principal. Conta a lenda que a iguaria surgiu na época da construção da Catedral de Milão, quando era costume adicionar um pouco de ouro aos pratos de festa, aspirando assim boa sorte aos convidados.

Certa vez, um homem muito pobre e sem condições de seguir a tradição no casamento da filha substituiu o metal precioso por açafrão. Ele sequer podia imaginar que seu improviso era o surgimento de um dos pratos mais tradicionais da cozinha italiana.

É importante citar que há tipos mais indicados de arroz para o preparo de um risoto úmido e suculento. São eles os de grãos semiduros, como Arborio, Carnaroli e o Vialone.

Um ingrediente sofisticado que combina muito com esses tipos de arroz é o funghi. Trata-se de um cogumelo bastante usado em receitas, dando um sabor marcante e bastante consistente ao prato. Os cogumelos frescos encontrados com mais facilidade são: shitake, shimeji, paris, hiratake, pleurotus salmão e portobelo. Os menos comuns: enokitake, nameko, chanterelles, moriles e trompet de la mort.

O risoto de funghi pode ser consumido sozinho ou acompanhado de carnes, como a de cordeiro ou filet mignon bovino. Além de, é claro, um excelente vinho. Se esse assunto está abrindo seu apetite, vamos torná-lo ainda mais atraente sugerindo um divino vinho argentino: Bonarda Reserva 2008 – Edição Limitada – Nieto Senetiner.

O VINHO

Bonarda Reserva 2008 – Edição Limitada

É feito com 100% de Bonarda proveniente de vinhas com idade média de 37 anos. Permanece durante 18 meses em barrica de carvalho francês de primeiro uso.

Aos olhos, apresenta coloração vermelho rubi com tons violáceos e muito brilho.  Lágrimas elegantes e persistentes demonstram alto nível de concentração.

Ao nariz, revela aromas de frutas vermelhas, toque defumado, tabaco, café, uva passa, hortelã, pelica e  frutas  frescas como  ameixa e cereja.

À boca, é seco e encorpado. Percebe-se acidez correta, textura redonda, equilíbrio, taninos adequados e excepcional e intenso  retrogosto. Além da ótima persistência.

O risoto de funghi é um prato de aroma e sabor marcantes. A estrutura forte e elegante do delicioso Bonarda Reserva proporciona perfeito equilíbrio na harmonização.

Faça essa experiência e nos dê sua opinião.

Esperamos que aproveite!

Anderson Teixeira (Sommelier Ráscal Itaim)

Compartilhe
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
Esta entrada foi publicada em Vinhos e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas a Especial Harmonização – Vinhos e Risoto de Funghi

  1. joao monteiro disse:

    harmonizaçao perfeita

  2. Ráscal disse:

    Olá João, tudo bem?

    Muito obrigado pelo comentário!

    A harmonização do post é excelente mesmo! Continue de olho no blog para mais novidades!

    Grande abraço,
    Equipe Ráscal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *