Especial Harmonização – Vinhos e Atum

Não é por acaso que o atum fresco é um dos mais conceituados peixes da culinária internacional.  Com uma carne fantástica e a leveza característica dos peixes, apresenta o toque e a suculência dos melhores filés bovinos.

Vendido a preços exorbitantes, alguns espécimes de atum chegam a ser disputados em grandes leilões. Em maio, um atum de 269 quilos, capturado na costa Nordeste do Japão, foi vendido por US$ 739,000.00 em uma feira. O comprador foi Kiyoshi Kimura, presidente da Kiyomura Co., que opera a rede de restaurantes Sushi-Zanmai no Japão. Segundo ele, a intenção é dar um impulso para a economia do país após a tragédia da tsunami do ano passado.

Existem 4 grandes espécies de atum que são mais utilizadas. São elas:

Atum Azul, Bachi, Albacora de Laje e Albacora. Este saboroso pescado é em geral comprado selvagem, pois sua produção em cativeiro é muito difícil, dado que ele precisa do alto mar para crescer.

No Ráscal, utiliza-se o tipo BACHI, servido na forma de um filé do lombo fresco fatiado e levemente grelhado com uma crosta de gergelim, e pode ser encontrado na mesa de antepastos, acompanhada de molho agridoce, picante ou ainda raiz forte com beterraba. Cada loja consome, em média, 200 kg de atum fresco por semana. Diferentemente do Salmão, esse tipo de peixe não deve ser congelado, pois isso altera suas características, já que a fibra da carne do mesmo é muito sensível.

Por estar entre as preferências de nossos clientes, sugerimos aqui um vinho chileno que harmoniza perfeitamente com pratos preparados com esta nobre carne: Casa Rivas Rosé 2011.

Um rosé que apresenta cor forte, muito brilho e boa acidez. Tem aromas intensos de frutas silvestres e rosas, além de um leve frescor, não só no olfato, mas também no paladar. Vai muito bem com atum grelhado com molho agridoce.

Sigam esta dica e nos contem o que acharam!

Saúde!

Postado por Anderson Teixeira de Araújo (Gerente loja Alameda Santos)

Agradecimento à Shiori, da Kenkoh Pescados, pela colaboração da parte técnica.

Compartilhe
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
Esta entrada foi publicada em Vinhos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *